9 de julho de 2013

UM CHEIRINHO DE ESCRITA

Deitou-se ao meu lado e abraçou-me.


...adormece-mos e ficamos assim por umas horas, umas três, talvez…ele acordou primeiro e começou a dar-me beijinhos na cara para que eu fosse acordando devagarinho, e lá estava ele ao meu lado, a sorrir, aquele sorriso sincero que só ele tem, aquele sorriso doce vindo de um matulão, este é o meu homem! Acordei e sorri-lhe, deu-me um beijo carinhoso que foi ficando mais intenso, ele parou o beijo e olhou-me nos olhos.
Bruno: Amo-te -disse ele-  e nunca me canso de o dizer –completou-
Eu: a serio, como é que arranjei um homem tão perfeito como tu? –disse eu com um sorriso doce-
Bruno: isso pergunto eu! Como é possível ter arranjado uma mulher linda e perfeita como tu?
Eu: -sorri- amo-te.
Bruno: mais que tudo –disse completando-me-


comecei a escrever e saiu isto, desculpem não ter vindo tantas vezes ao blog :(

kiss, su.


2 comentários:

Serena disse...

Está muito bonito

- Patrícia ॐ disse...

R: obrigada querida, mas que video é que disseste para eu ver? não percebi! segui de volta também gostei muito do teu blog, não sei mas é confortável <3
desculpa a demora*