13 de outubro de 2014

palavras soltas


"- Jud, quando a minha doença progredir, a minha qualidade de vida será muito limitada. Virá uma altura em que serei um estorvo para ti e...
- E?
- Não entendes?
- Não. Não entendo - respondo sem ar nos pulmões. - E não entendo porque tu continuarás a estar ao meu lado. Poderás tocar-me, beijar-me, fazer amor comigo e eu contigo. O que te faz duvidar de mim?
Eric murmura emociodado:
- És a melhor coisa que alguma vez me aconteceu. A melhor."

Pede-me o que quiseres, de Megan Maxwell

love you all

1 comentário:

Mafalda disse...

wow...adoro!

R:Obrigada!