11 de setembro de 2015

A entrevista de emprego


Sim, eu estou viva! Não posto no blog há alguns dias, mas tem sido praticamente impossível, porque tenho andado a mil à hora. I'M SO SORRY. Por isso, para vos compensar, hoje trago um assunto, que na minha opinião é importante e que, para esta época em que muitas de vocês andam à procura do primeiro emprego, vos vai ajudar imenso. 
Se já alguma vez foram a uma entrevista de emprego sabem com toda a certeza que os nervos ficam bem no auge e que parece que o vosso possível futuro chefe vos vai comer vivas. Mas, e se revertermos a situação? Sim. Sejam vocês a impor-se e criem uma conversa em que haja igualdade de argumentação. Com isto, eu quero dizer para vocês não terem medo de falar, mas sim construírem um diálogo. Por mais que possa parecer exactamente o contrário, os chefes gostam de alguém que tenha poder de argumentação e não de um cordeirinho morto que quando se diz que um mais dois são quatro, ele abana a cabeça freneticamente, concordando. Bem, mas também não vão para lá a achar que são as maiores. Tem sempre que existir um meio termo. 
Outra das coisas que é extremamente importante numa entrevista de emprego é deixar tudo em pratos limpos. Vamos supor que a entrevista vos corre bem e que vocês ficam com o posto, mas tiveram medo de dizer que andam a tirar um curso e que precisavam que o vosso horário fosse mais fixo. Ora, se vocês chegam à entrevista e vos dizem que o lugar que vocês vão ocupar é de horário rotativo e vocês ficarem logo cheias de medo de dizer qualquer coisa que seja, isso não vai resultar, porque quando vocês precisarem de alguma coisa, aí já vai ser mais difícil de negociar, porque o vosso chefe vai ficar com a pulga atrás da orelha e vai ficar desconfiado de vocês desnecessariamente. 
Resumindo, não tenham medo de falar. Vocês é que tem o poder. São vocês que escolhem dar uma boa ou má impressão. 

Espero ter ajudado!

xoxo, S

3 comentários:

Ana Pinheiro disse...

bem eu a semana passada tive 5 por isso.. ja não vai a tempo mas por acaso sigo alguns desses conselhos. beijinhos

Caty disse...

Uns ótimos conselhos!

catarina disse...

r: depende como é que a nossa vida amorosa esteja no momento